céu claro

notícias - Geral

17/06/2017 08:28:40

Tapetes enfeitam Corpus Christi

Cerca de 300 voluntários católicos trabalharam na montagem e confecção de desenhos e mensagens no centro da cidade

Ranieri Moriggi
geral3@jornalsemanario.com.br
Mateus Conci, divulgação
Centenas de fieis participaram da celebração no Centro de Bento Gonçalves

A celebração do Corpus Christi na quinta-feira, 15, teve procissão, missas e os famosos tapetes coloridos, feitos de serragem, flores, sal grosso, pó de café, tampinhas e outros materiais, pela área central e bairros de Bento Gonçalves. Com origem no século 13, a festa católica ocorre cerca de 60 dias depois da Páscoa e celebra a Eucaristia, um dos sacramentos da igreja católica que representa a transmutação do pão e do vinho no corpo e no sangue de Jesus. Na Paróquia Santo Antônio, 80 sacos de serragem foram utilizados para a montagem das peças que ilustravam passagens religiosas. No total, cerca de 300 voluntários trabalharam na confecção dos tapetes.

A preparação para a cerimônia começou cedo: por volta das 5h30min, a equipe de trabalho se reuniu na parte interna do Santuário para a oração matinal Conforme a irmã Angela Soldera, coordenadora dos trabalhos, a celebração é uma homenagem ao "mistério da eucaristia". "O sentido é honrar o corpo e o sangue de Jesus Cristo. É uma festa popular e que a Igreja valoriza muito. Queremos que a eucaristia seja o centro da vida das pessoas. O tapete expressa o culto ao sacramento da vida cristã por excelência. O trabalho é demorado e exige disposição", salienta.

As paróquias Cristo Rei e São Roque também relembraram a festa. Nas duas comunidades, tapetes coloridos também foram confeccionados por fieis voluntários.

Em sua homilia, o pároco do Santuário, Ricardo Fontana, lembrou que a data celebra o que há de mais importante na doutrina católica. "Este dia, para nós católicos, é um dia especialmente importante. Hoje nós celebramos a presença real de Cristo nessas coisas simples que são criaturas de Deus, como o trigo, a água e a uva. É momento único para refletirmos", destaca.

 

Voluntariado

Desde as primeiras horas da manhã, Rafael Ostrzyzeck dos Santos, ajudava a equipe a montar o espaço. Ele participa das atividades da Igreja desde muito jovem e acredita que o trabalho de todos os voluntários é voltado a Deus. "A gente prepara o caminho para Ele. É muito gratificante preparar o trajeto para Jesus Cristo, além, é claro, de ser um momento de integração com as pessoas da comunidade que doam o seu tempo para as atividades de evangelização", afirma.

A procissão percorreu as principais ruas do Centro, com uma parada em frente à Prefeitura. Lá, os fieis oraram pelos políticos e pela solução da crise política brasileira.

 

A história da Festa

De acordo com o professor e escritor Felipe Aquino, certa vez, no século VIII, na freguesia de Lanciano (Itália), um dos monges de São Basílio foi tomado de grande descrença e duvidou da presença de Cristo na Eucaristia. Para seu espanto, e para benefício de toda a humanidade, na mesma hora, a hóstia consagrada transformou-se em carne, e o vinho consagrado transformou-se em sangue. Ainda, segundo Aquino, mesmo com esse milagre, entre os séculos IX e XIII surgiram grandes controvérsias sobre a presença real de Jesus na Eucaristia. "Alguns afirmavam que a ceia se tratava apenas de um memorial que simbolizava a presença de Cristo. Foi somente em junho de 1246 que a festa de Corpus Christi foi instituída, após vários apelos de Santa Juliana, cujas visões solicitavam a instituição de uma festa em honra ao Santíssimo Sacramento. Em outubro de 1264, o Papa Urbano IV estendeu a solenidade para toda a Igreja", explica.

No Brasil, a primeira manifestação pública de louvores à Eucaristia aconteceu na cidade de Salvador, no ano de 1549. De acordo com o calendário litúrgico, a Solenidade de Corpus Christi acontece sempre na quinta-feira seguinte à festa da Santíssima Trindade. Contudo, é importante lembrar que o dia de comemoração do Sacramento da Eucaristia é a quinta-feira Santa, dia em que foi instituída, enquanto que a festa de Corpus Christi se constitui como uma reduplicação da mesma.

Compartilhe pela rede:
Comente esta notícia