céu claro

notícias - Geral

20/12/2014 07:00:00

Inovação de Bento para o mundo

Três estudantes da UCS investiram em uma tecnologia inusitada que dispensa a descarga no vaso sanitário do banheiro

Vitória Lovat
geral1@jornalsemanario.com.br
Divulgação
Ezequiel, Ariane e Bruno colecionam títulos e chegaram à final de inúmeros concursos da área sustentável

Há quatro anos, três jovens estudantes da Universidade de Caxias do Sul (UCS) iniciaram um projeto sem saber realmente a proporção que ele tomaria. Ezequiel Vedana, estudante de Relações Internacionais, Ariane Pelicioli, de Psicologia, e Bruno Souza com MBA em Branding estavam intrigados com o volume de água que é usado em cada descarga do vaso sanitário. Preocupados com o desperdício, os jovens começaram a pesquisar e entender como aquilo funcionava.

Em um ano de estudo, eles perceberam que era possível encontrar uma solução para o problema e que existia um mercado a ser explorado. O que eles não ficaram sabendo até o fim do projeto é que o problema de desperdício de água no vaso sanitário poderia ser resolvido e a solução estava ao alcance deles.

Surgiu o Piipee, um dispositivo que libera uma substância química que age diretamente na urina, removendo o odor, alterando a coloração, odorizando e higienizando o banheiro. Com o processo, as descargas não são mais necessárias depois de fazer xixi. Os três ficaram reconhecidos nacionalmente, participaram de premiações de jovens pesquisadores e, em breve, o Piipee entra no mercado.

Os três jovens empreendedores terminam 2014 com os olhos e a expectativa em fevereiro de 2015, quando o Piipee entra a venda. Eles, depois de quatro anos de pesquisa e trabalho, poderão disponibilizar para a população a sua invenção. O diretor-executivo do Piipee, Ezequiel Vedana, diz que o sucesso do produto dependerá da velocidade de aceitação do público. "Parece que será antes do planejado devido à necessidade de reduzir o consumo de água em qualquer situação cotidiana", acredita.

E o sucesso, segundo ele, é devido à dimensão do problema que pode ser solucionado. "Quanto maior o problema que estamos solucionando, mais são as oportunidades. Além disso, o Brasil, mesmo sendo um dos países com mais recursos hídricos do planeta, tem sofrido com crises como a de São Paulo, por exemplo. Além disso, estamos falando de um produto inovador e de alta tecnologia", explica. Hoje, em cada descarga no vaso sanitário seis litros de água são utilizados. Isso se o vaso for fabricado nos anos 2000 porque aqueles que vieram antes chegam gastar de 12 a 15 litros de água a cada descarga.

Expansão para o exterior

Além do sucesso nacional, existe a possibilidade de expandir o produto para outros países que estão passando por crises hídricas ou com necessidade de reduzir seu consumo de água. A medida pode ser utilizada internacionalmente já que se trata apenas de uma aplicação simples, fácil e barata que soluciona um problema grave. "Por séculos desperdiçamos água nos sanitários, mas agora, com o Piipee, tanto os sanitários novos, já econômicos, quanto os antigos podem se beneficiar. Isso, além de não ser necessária nenhuma reforma ou troca de bacias sanitárias. Basta acoplar o Piipee no sanitário e ele está pronto para uso", explana.

Com a vantagem de poder ser aplicado em qualquer modelo de sanitário. Ele diz que o objetivo é colocar o produto no mercado o mais rápido possível e expandir conforme o mercado necessitar. "Pretendemos começar regionalmente, mas já estamos com planos de ir para o mercado nacional e exterior e atender países onde a necessidade de economizar água é um ponto de decisão na hora da compra. Iremos trabalhar sempre com inovações de alto impacto, com foco na sustentabilidade, também buscando o aprimoramento do produto e desenvolvendo outras soluções", finaliza.

Em 2013 o Piipee foi finalista nacional do Desafio Brasil pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV). Em 2014 os três estudantes foram vencedores do Pitch Your Business, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e PS Júnior. Neste ano também, eles foram finalistas nacionais do Inovativa Brasil, organizado pelo Ministério do Desenvolvimento, ficando entre as 75 melhores startups do País.

Hoje, o trio busca investidores para alavancar a capacidade de produção e mercado, empresas que desejam testar e instalar a solução e distribuidores de produtos de limpeza que atendam o mercado B2B. Contatos podem ser feitos por meio do telefone (54) 8127.5589, pelo site piipee.com.br ou pelo email piipee@piipee.com.br.



Leia mais na edição impressa do Jornal Semanário deste sábado, 20 de dezembro.

Compartilhe pela rede:
Comente esta notícia