14

14°C

BENTO GONÇALVES

editorial

01/11/2014 19:51:02

Eficiência policial

Jornal Semanário - Jornal Semanário - 01/11/

O mês de outubro foi de muitas vitórias das forças policiais sobre a criminalidade em Bento Gonçalves. O trabalho do serviço de inteligência da Polícia Civil e da Brigada Militar estão dando resultados satisfatórios e promovendo prisões como há muito não se via na Capital do Vinho. Além disso, as operações realizadas permitiram que muitas apreensões fossem efetuadas, quadrilhas desbaratadas e muitos crimes solucionados.

Podemos dizer que os integrantes dos órgãos de segurança pública têm feito um trabalho acima da média, organizando atividades que surpreendem os criminosos, respondendo aos constantes assaltos e homicídios ocorridos na cidade. Nem a falta de efetivo evitou que o êxito nas operações fosse alcançado.

Ao longo do ano, foram registrados 20 assassinatos em Bento Gonçalves. Deste total, entre latrocínios e homicídios, 50% dos casos foram elucidados pela polícia. Por outro lado, faltando 60 dias para o término do ano, o número de crimes deste tipo já superou os números registrados em 2013. Além das mortes, também foram registradas dezenas de tentativas de homicídio, o que comprova o aumento constante da criminalidade.

O trabalho da força policial tem sido constante e louvável, mas ainda insuficiente para conter o ímpeto dos criminosos. As estatísticas mostram que os delitos continuam em escala ascendente. Os roubos e furtos seguem acontecendo em quantidade acima do aceitável, mesmo com o acentuado número de prisões realizadas.

Parece que os criminosos não estão se intimidando com as inúmeras ações realizadas pela polícia em Bento Gonçalves. Para cada prisão efetuada, um novo delito é registrado no município. O bom disso é que tanto Brigada Militar, quanto a Polícia Civil não diminuíram o ritmo e seguem dando respostas contundentes a cada ação criminosa registrada.

A população também pode ajudar no trabalho dos policiais. O disque-denúncia é uma ferramenta importantíssima para as forças policiais. De maneira anônima, o cidadão pode contribuir de forma direta na elucidação de um crime, na prisão de traficantes e no desmonte de quadrilhas especializadas em roubos e furtos. A eficiência policial também passa por este auxílio. fundamental e sempre bem-vindo.

Compartilhe pela rede:
Comente esta notícia